• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • O Ministério Púbico do Trabalho (MPT) lançou a campanha de conscientização para incentivar a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. A campanha foi criada por ocasião do Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência – 21 de setembro, conhecido também como “Dia D” – e é composta por imagens e vídeos para difusão em redes sociais pelas unidades do MPT de todo o país.
  • O procurador Carlos Eduardo de Azevedo Lima tomou posse na tarde desta segunda-feira (2/10), em Brasília (DF), como novo procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB). A solenidade de posse dos novos procuradores-chefes das 24 Procuradorias Regionais do Trabalho aconteceu na sede da Procuradoria-Geral do Trabalho (PGT), na Capital Federal.
  • Curso abrirá inscrições em outubro e participantes receberão certificação O Ministério Público do Trabalho (MPT) vai oferecer o curso gratuito para capacitar conselheiros tutelares e outras pessoas que integram a rede de proteção à infância em todo o País, as incrições iniciam em outubro
  • A campanha “Trabalho Infantil: Se você cala, não para”, do Ministério Público do Trabalho (combate ao trabalho infantil) ganhou 10 prêmios no Prêmio Pernambuco de Propaganda, entre eles, quatro de ‘ouro’ e o troféu de Grand Prix da Publicidade.
  • O Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) divulgou nessa quarta-feira (4/10) o edital contendo o regulamento regional do Prêmio MPT na Escola 2017, que premiará os melhores trabalhos literários, artísticos e culturais produzidos pelos alunos de escolas participantes do projeto no Estado.

Campanha do MPT contra o Trabalho Infantil é premiada

 A campanha “Trabalho Infantil: Se você cala, não para”, do Ministério Público do Trabalho (combate ao trabalho infantil) ganhou 10 prêmios no Prêmio Pernambuco de Propaganda, entre eles, quatro de ‘ouro’ e o troféu de Grand Prix da Publicidade.

O MPT ganhou o prêmio de ‘Anunciante do Ano’. As premiações e troféus foram entregues durante solenidade na noite da última quarta-feira (27/9), no Teatro RioMar, em Recife. De grande alcance social, a campanha criada pela ‘Agência Um’ atingiu mais de 1,3 milhão pessoas.

 

 

 

O criador da ideia foi o publicitário Flávio Jatobá. Ele projetou a campanha juntamente com o procurador do Trabalho Eduardo Varandas. “A campanha foi gentilmente executada pela agência sem custos para o MPT, como exemplo ímpar de responsabilidade social”, destacou Eduardo Varandas.

 

 

 

“Foi uma grande vitória essa campanha, inclusive foi a mais premiada na história do MPT. O mais importante é que apesar do aumento do trabalho infantil, apesar de tantas dificuldades na área de proteção da criança e do adolescente, a gente acredita que uma boa ideia pode mudar o mundo. Por isso que nós insistimos em conscientizar a sociedade, em trazer civilidade e principalmente: proteger a criança e adolescente de todo tipo de exploração e crueldade”, ressaltou Varandas.

 

Ação pede apoio da sociedade para denunciar exploração

A campanha alerta que, todos os dias, milhares de crianças perdem a infância e os sonhos, trabalhando pesado e sendo exploradas. E incentiva a sociedade a ajudar a combater essa exploração da mão de obra infantil, por meio da denúncia. Mais informações sobre a campanha estão no site www.naocale.com.br.

 

Mais de 1,3 milhão de pessoas alcançadas

Segundo o diretor de Criação da Agência Um, Lenilson Lima, foram mais 300 mil pessoas impactadas diretamente com a campanha nas diferentes mídias em Recife e João Pessoa (outdoor, outbus, stands da exposição) e mais de 1 milhão em redes sociais e mídia televisiva, totalizando mais de 1,3 milhão até o último levantamento feito esta semana.

Faz parte da campanha a exposição “Não Cale”. Além de imagens e peças, a mostra conta com objetos usados por crianças no trabalho, como pedra, carvão, sabão e cana-de-açúcar. São oito peças que representam os principais mercados que exploram mão de obra de criança e adolescente.

Mostra vai para Brasília

Segundo o procurador Eduardo Varandas, o número de pessoas alcançadas com essa campanha deverá crescer, pois a exposição será levada para Brasília, para a sede da Procuradoria Geral do Trabalho (PGT).

Em João Pessoa, a mostra “Não Cale” foi exposta no Shopping Manaíra, em junho deste ano, em parceria com a Casa Pequeno Davi.

 

 

Fonte: Ascom / MPT-PB

CONTATOS:

ASCOM / MPT-PB – (83) 3612 – 3119

Facebook : @mptpb

 

 

 

 

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • bunner yt ok
  • Portal de Direitos Coletivos
  • nr