• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • MPT lança curso gratuito para conselheiros tutelares e 2 mil já estão inscritos
  • Confira o passo a passo de como fazer uma denúncia ao MPT.
  • ACESSE AQUI O SERVIÇO
  • .
  • Acesse o MPTTV - Paraíba
  • Confira aqui a atuação do MPT-PB na pandemia do novo Coronavírus
  • Acompanhe aqui as notas técnicas e recomendações do MPT

MPT lança curso gratuito para conselheiros tutelares e 2 mil já estão inscritos

Cerca de 80 pessoas – que integram a rede de proteção à infância na Paraíba – já estão inscritas no curso “Conselheiros Tutelares: importantes atores no combate ao trabalho infantil”, lançado nessa segunda-feira (30) pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Segundo a procuradora do Trabalho Edlene Lins Felizardo, que fez o lançamento do curso na Paraíba, já são quase 2 mil inscritos em todo o País. A solenidade de entrega dos certificados de conclusão do curso acontecerá no dia 4 de dezembro.

           

Na Paraíba, o lançamento do curso aconteceu no auditório do edifício sede do MPT, em João Pessoa, com a presença do procurador-chefe, Carlos Eduardo de Azevedo Lima. Ele falou sobre a importância do curso e dos conselheiros tutelares, parceiros importantes no combate ao trabalho infantil.

            A procuradora Edlene Lins Felizardo explicou como será a capacitação e exibiu cinco vídeos. Um dos vídeos escolhidos pela procuradora fala sobre um garoto de 13 anos, que morreu soterrado ao trabalhar retirando areia em um terreno, no interior na Paraíba.

“O curso foi formatado e pensado pela Coordinfância e tenta nivelar os conselheiros tutelares do Brasil inteiro. O curso consta de 20 vídeos, com participação de artistas como Malu Mader, lendo cartas de adolescentes, como também participação de pessoas que estão à frente do combate ao trabalho infantil, informando sobre a legislação de forma objetiva e fácil. É bem interativo”, explicou a procuradora.

Durante o curso, serão abordados temas como os prejuízos do trabalho infantil para a criança, acidentes de trabalho com crianças, rede de proteção e como atuar em casos de flagrantes dessa prática. “Após assistir às 20 videoaulas, os alunos responderão a um questionário de avaliação para ter direito ao certificado”, acrescentou a procuradora. O curso faz parte das ações da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância).

Os interessados devem se inscrever no Ambiente de Aprendizagem do MPT (https://ead.mpt.mp.br).

20,7 mil acidentes graves de trabalho envolvendo crianças

Cerca de 20,7 mil é o número de acidentes graves de trabalho no País (registrados de 2007 a 2015), envolvendo crianças e adolescentes, entre 5 e 17 anos, com 187 mortes e 518 vítimas de amputação de mão. Na Paraíba, 1,8 mil crianças e adolescentes foram vítimas de acidentes graves de trabalho, de 2007 a 2016, segundo o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde.

Fonte: Ascom / MPT.

 

Postada em 31/10/2017.

 

CONTATOS:

ASCOM / MPT-PB – (83) 3612 – 3119

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • bunner yt ok
  • Portal de Direitos Coletivos
  • nr