• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • MPT e Fundac discutem parceria no projeto ‘Aprendizagem no Sistema Socioeducativo’
  • 14 de Dezembro - Dia do Ministério Público -
  • O Brasil ocupa o 4º lugar no ranking mundial de acidentes de trabalho. A cada 48 segundos, um trabalhador se acidenta no País. E, a cada 3 horas, um trabalhador vai a óbito. O mês de abril é o momento de reforçarmos a importância da prevenção. Vamos prevenir acidentes! #ChegadeAcidentesdeTrabalho
  • NR's em cordel
  • Confira no canal MPT TV no youtube a posse do procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Paraíba, Carlos Eduardo de Azevedo Lima na Fundação Casa de José Américo, na capital
  • A campanha Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar já está no ar. Ela faz parte das ações pelo 12 de junho - Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. Vamos mudar essa realidade! Não se omita, denuncie! Disque 100 ou use o app Proteja Brasil. Compartilhe! #InfanciaSemTrabalho
  • Campanha do MPT alerta contra o trabalho escravo no Brasil
  • A campanha “Trabalho Infantil: Se você cala, não para”, do Ministério Público do Trabalho (combate ao trabalho infantil) ganhou 10 prêmios no Prêmio Pernambuco de Propaganda, entre eles, quatro de ‘ouro’ e o troféu de Grand Prix da Publicidade.
  • Diga não à exploração infantil #ChegaDeTrabalhoInfantil Disque 100
  • O Ministério Púbico do Trabalho (MPT) lançou a campanha de conscientização para incentivar a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. A campanha foi criada por ocasião do Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência – 21 de setembro, conhecido também como “Dia D” – e é composta por imagens e vídeos para difusão em redes sociais pelas unidades do MPT de todo o país.
  • O Ministério Público do Trabalho apoia a igualdade para todos

MPT e Fundac discutem parceria no projeto ‘Aprendizagem no Sistema Socioeducativo’

08/10/2019 - Adolescentes e jovens que cumprem medidas socioeducativas no Lar do Garoto, em Lagoa Seca, região de Campina Grande, terão acesso a cursos profissionalizantes. O primeiro curso ofertado será o de Assistente Administrativo.

 

Para a realização do projeto “Aprendizagem no Sistema Socioeducativo”, uma audiência aconteceu na última sexta-feira (4), na sede do Ministério Público do Trabalho, em Campina Grande, com o procurador do Trabalho Raulino Maracajá e representantes da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac).

Segundo o procurador, o curso destinado para jovens em medidas socioeducativas será de Assistente Administrativo. “Para que a Fundac tenha acesso ao programa será necessário: estrutura para laboratórios de informática nas unidades socioeducativas; quantitativo de jovens por unidade e tempo de internação (lembrando que o curso será de 10 meses), os internos devem estar cursando, no mínimo, o 6º ano do ensino fundamental, e terem documentação completa. As turmas devem ter mínimo de 15 alunos por turno”, pontuou Raulino Maracajá.

“Esse projeto é de fundamental importância para a Fundac. Ele materializa a proposta do Governo do Estado que busca fundir o ensino, através da escola, com a profissionalização no sistema socioeducativo. A escola como espaço de profissionalização para adolescentes e jovens do sistema socioeducativo da Paraíba”, enfatizou o presidente da Fundac, Noaldo Meireles.

O programa

Dentro do programa de aprendizagem em meio fechado, empresas de médio e grande porte montam uma estrutura dentro da unidade em que está ocorrendo o cumprimento da medida socioeducativa, ou de ambiente simulado quando a atividade assim o exigir, com acompanhamento direto da parte prática por seus prepostos. A empresa deve participar efetivamente da parte prática da aprendizagem, nos moldes dos dispositivos legais que regem a matéria, não apenas custeando e procedendo a formalização do vínculo.

Para Noaldo Meireles, implantar o projeto de Aprendizagem no Sistema Socioeducativo é dar continuidade a uma série de parcerias que a Fundac tem com o MPT, que já apoiou vários cursos profissionalizantes para os socioeducandos do Lar do Garoto. “Agora teremos a primeira experiência com aprendizagem, através de cursos por um período de 10 meses (800 horas aulas), que poderão ser estendidos para as demais unidades socioeducativas do Estado, onde o MPT montará laboratórios de informática com 15 computadores por unidade”, acrescentou o presidente da Fundac.

“Vivemos um grande momento! Essa parceria com o MPT nos faz vislumbrar um divisor de águas para a socioeducação paraibana. Ela vem nos oferecer mais subsídios de encaminhamentos para aqueles que nunca tiveram oportunidade, inserindo os socioeducandos num mundo que não era enxergado por eles”, comentou o diretor do Lar do Garoto, Luiz Antônio.

(Fonte: Ascom/MPT com Ascom/Fundac).

Foto: Ascom/Fundac.

 

CONTATOS:

ASCOM / MPT-PB – (83) 3612 – 3119

Siga:   Instagram: @mptparaiba

           Facebook: @mptpb

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • bunner yt ok
  • Portal de Direitos Coletivos
  • nr